sábado, 12 de setembro de 2009

Pegando do fundo do baú...


Surgiu no dia 25.03.09 mais uma poesia sem fama e sem nome. Espero que gostem ^^



Meus sonhos são grandes demais para viver numa caixa de papel

Quero transbordar, transcender, exarcebar todo o meu EU

Quero mergulhar no mar profundo dos mistérios

Quero pintar o céu de azul

E o coração do ateu

Quero ser anjo, ser fada

Pensamentos teu ?

Quero dentro, quero fora

Quero o tudo do Tudo

Quero o nada do Nada

Exagero meu

Quero o hoje

Quero o ontem

Quero o quero-quero

Quero o próprio querer da minha caixa de papel.

3 comentários:

Sah Dias disse...

Primeiramente queria dizer que adorei a caixinha, linda linda linda...
E não sabia desse outro dom não hein...inspirada! bjos

Ricardo Dib disse...

Exagerada!
Quer tuuudo! hehe!

Beijos!

Raquel Paulline disse...

Adorei!